15 dezembro 2011

Olimpo Musical: Zezé Di Camargo & Luciano

Por Jonathan Pereira



* Antes de começar a ler sobre Zezé Di Camargo & Luciano, sugiro descer até o final da página e apertar o play do tocador para sentir verdadeiramente o que está escrito aqui. As músicas marcadas com o asterisco (*) são músicas que estão presentes na minha seleção, e consequentemente, no tocador.



NASCIMENTO
Zezé Di Camargo: 17 agosto 1962;
Luciano: 20 janeiro 1973;

PERÍODO EM ATIVIDADE
1991 até hoje;

DISCOGRAFIA
19 álbuns de estúdio (17 em português + 2 em espanhol), 2 álbuns ao vivo. Total de 21 álbuns;

PROJETOS ASSOCIADOS

PREMIAÇÕES
Acadêmia Brasileira De Letras: 1; Grammy Latino: 2, e; Prêmio TIM (Prêmio Da Música Brasileria): 4.


Os 'Dois Filhos De Francisco' são um dos maiores vendedores de discos e um dos artistas que mais fazem shows no Brasil, durante seus mais de 20 anos de carreira. Eles fazem parte da segunda geração dos sertanejos, ao lado de Leandro & Leonardo e Chitãozinho & Xororó, que foram os maiores de sua época e tiraram a música caipira dos interiores do Brasil e fizeram desse estilo musical em sertanejo, um estilo de vida e moda, tornando a música comercialmente viável e trazendo para a cidade, onde todos ouviam e não tinham mais vergonha de dizer que gostavam de música sertaneja, afinal, era a música do momento.

Mirosmar José de Camargo, mais conhecido como Zezé Di Camargo, nascido em Pirenópolis, em Goiás, é o filho mais velho dos seis de Seu Francisco e Dona Helena, começou a se envolver com música aos 3 anos, quando ganhou do pai uma gaita, e foi quando seu Francisco começou a perceber que seu sonho, de ter uma dupla sertaneja na família, começava a se realizar.

Welson David Camargo, mais conhecido como Luciano, nasce também em Pirenópolis, 10 anos depois do seu irmão mais velho. Nessa época, Zezé Di Camargo formava a dupla com seu irmão Emival, Camargo & Camarguinho, que teve também teve o nome de Deybi & Deberson, mas infelizmente a dupla não teve tempo de tentar a fama, um acidente fatal para Camarguinho aconteceu em 1974 e findou a recém-formada dupla.

Logo depois da tragédia, Zezé Di Camargo foi office-boy e também teve uma passagem pelo Os Caçulas Do Brasil, onde tinha o nome de Zé Neto, e chegou a gravar, em 1979, um álbum com uma amigo de Goiânia que fazia parte desse trio.

Mas sua carreira só voltaria com força no final dos anos 70 e início dos anos 80, formando a dupla Zazá & Zezé ao lado de outro irmão. A dupla gravou três álbuns, totalizando por volta de 50 músicas: Caminho Do Além de 1980, Berço Do Mundo de 1982 e Festa Dos Quinze Ano de 1984. Zazá & Zezé começa a ganhar fama em Goiás, enquanto Zezé vai ganhando mais destaque dentro da dupla e as músicas vão se distanciando do sertanejo raiz. Enquanto Zezé Di Camargo queria uma carreira nacional, Zazá queria uma carreira regional, por conta desse impasse preferem terminar a dupla. Selecionei a música Adeus Maria* para representar essa fase da vida de Zezé Di Camargo até sua carreira solo.

Zezé Di Camargo muda-se para São Paulo, onde conhece sua esposa Zilú, e recomeça mais uma vez sua carreira, agora solo, lançando em 1986 seu primeiro álbum chamado Zezé Di Camargo. Já em 1988 lança seu segundo álbum, também chamado Zezé Di Camargo que traz, entre outras músicas, Nem Dormindo Consigo Te Esquecer* e Você*.

Nessa época Zezé Di Camargo começa fazer sucesso como compositor e suas músicas são gravadas por outras duplas, como Chitãozinho & Xororó com Foge De Mim, Leandro & Leonardo com Solidão, Chrystian & Ralf com Gostoso Pecado, João Paulo & Daniel com Pra Te Esquecer Não Dá, Chico Rey & Paraná com Tranque A Porta E Me Beija, Matogrosso & Mathias com Negue, João Mineiro & Marciano com Fui Homem Demais, entre outras. Ao contrário da sua carreira solo, a de compositor começa ganhar destaque entre as duplas mais famosas da época. E logo depois de formada a dupla com Luciano, Zezé raramente escreveria outras músicas para duplas que não a dele.

Então as gravadoras começavam a procurar Zezé Di Camargo para uma carreira em dupla, e então, em 1991 forma-se a dupla Zezé Di Camargo & Luciano, grava seu primeiro disco homônimo, o que seria repetido outras quinze vezes, e trazia as músicas: É O Amor*, Entre Ele E Eu, Rédeas Do Possante, Pouco A Pouco, Águas Passadas* (participação especial de Fafá De Belém), Eu Te Amo (And I Love Her), Quem Sou Eu Sem Ela, Pra Desbotar A Saudade, entre outras. O disco alcançou a marca de 1 milhão de cópias em um ano, e já alçou a dupla como uma das principais de sua geração, sendo a primeira a vender 1 milhão de cópias com seu disco de estréia.

Em 1992 é lançado o segundo álbum, também homônimo, com as músicas: Coração Está Em Pedaços*Muda De Vida*Cara Ou CoroaGaroto De RuaCoração Na Contra-Mão, Cama De Capim, entre outras.

O terceiro álbum da dupla é lançado em 1993, mais uma vez homônimo, trazendo as músicas: Saudade Bandida*, Andorinha Machucada, Quatro Estações, Tudo De Novo, Faz Mais Uma Vez Comigo*, Melhor Que Antes, Eu Só Penso Em Você* (participação especial de Willie Nelson), Mais Do Que Eu, Pedaço De Mim, entre outras.

A ascendência nas vendagens de disco acontecia concomitantemente a carreira, e o quarto álbum de Zezé Di Camargo & Luciano, novamente homônimo, é lançado em 1994, com as faixas: Salva Meu Coração*, Depois Que Você Matar Meu Coração, Te Amar Assim, Bandido Com Razão, Você Vai Ver*, Vem Cuidar De Mim*, Sintonizo O Coração, Tente Outra Vez, Como Um Anjo*, entre outras. A música Foi A Primeira Vez* entra para a trilha sonora da novela Cara & Cora, da Rede Globo no ano seguinte, a primeira música da dupla a compor uma trilha sonora de novela.

Em 1995, Zezé Di Camargo & Luciano gravam seu quinto álbum, homônimo, que apresenta as músicas: Pão De Mel*, No Dia Em Que Eu Saí De Casa, Na Hora H*, Vem Ficar Comigo, Eu Acabo Voltando, Menina Veneno, Nem É Bom Lembrar*, Na Esquina Dos Meus Sonhos, Não Dá Pra Esperar, Pedras, entre outros. A música Sem Medo De Ser Feliz*, entra para a trilha sonora da novela Rei Do Gado, da Rede Globo. Ainda em 1995, é lançado o sexto álbum da dupla, o primeiro em espanhol, chamado Camargo & Luciano, com versões em espanhol de seus principais sucessos.

Ainda em 1995, a Rede Globo apresenta o show Amigos, com as três maiores duplas do momento: Chitãozinho & Xororó, Leandro & Leonardo e Zezé Di Camargo & Luciano. O sucesso foi tanto, que o show virou um álbum. As músicas eram do repertório das três duplas: Zezé Di Camargo cantou ao lado de Xororó, a música ícone dos 'Meninos Do Brasil', Fio De Cabelo*; Luciano cantou ao lado de Leonardo, seu maior sucesso, É O Amor. Zezé Di Camargo & Luciano ainda apresentaram as músicas: Menina Veneno, Faz Mais Uma Vez Comigo e Pão De Mel.

Em 1996 a dupla lança o sétimo álbum, homônimo novamente, e mais uma vez, é o disco mais vendido da dupla, até então, contando com as músicas: Indiferença, Seus Olhos, Preciso Ser Amado*, Não Tenha Dúvida, Refém De Mim, Outra Vez Por Amor*, Brigue Comigo Mas Não Vá, Vivendo Por Viver*, Sorriso Bonito, entre outras. Amigos 2 é apresentada pela Rede Globo e novamente um álbum com as músicas é lançado. Zezé Di Camargo canta ao lado de Leandro, um dos maiores sucessos do Leandro & Leonardo, Não Aprendi Dizer Adeus*; Luciano canta ao lado de Xororó, um dos maiores sucessos da sua dupla, Você Vai Ver. Entre outras músicas, Zezé Di Camargo & Luciano apresentam: Preciso Ser Amado e Menina Veneno. Ainda haveria mais duas versões do shows Amigo, em 1997 e 1998.

O oitavo álbum da dupla Zezé Di Camargo & Luciano chega em 1997, homônimo, com as faixas: É Minha Vida, Cada Volta É Um Recomeço, Felicidade Que Saudade De Você, Serafim E Seus Filhos, Toma Juízo, A Paixão, entre outras.

Em 1998 é lançado o nono álbum, mais uma vez homônimo, sendo esse o álbum mais vendido da dupla até hoje, e traz as faixas: Pra Não Pensar Em Você, Pior É Te Perder, Dois Corações E Uma História, Amores Que Vêm E Que Passam, Volta Pro Meu Coração, À Queima-Roupa, Meu País, Vida Viola E Violeiro, entre outras. No mesmo ano Julio Iglesias convida a dupla para gravarem juntos a música Dois Amigos*.

Em 1999 é lançado o décimo álbum, novamente homônimo, nos apresenta as seguintes faixas: Pare!*, Será Que Foi Saudade?*, Amor Selvagem*, Está Escrito Em Meu Olhar, Quem É Ele?, Você Mudou Demais*, Eu Nasci Para Amar Você, Indiferença Em Seu Olhar, entre outras. Ainda em 1999, Zezé Di Camargo & Luciano, gravam ao lado de Sérgio Reis, a música Todas As Manhãs*, que foi registrada no álbum Todos Os Grandes Sucessos, de Sérgio Reis.

Em 2000 é lançado o décimo primeiro álbum, sendo o primeiro ao vivo, chamado Ao Vivo, em comemoração aos dez anos de carreira da dupla Zezé Di Camargo & Luciano. É um álbum duplo, gravado no Olimpia de São Paulo, que traz vinte e oito sucessos, englobando os dez anos de carreira, e duas músicas inéditas: Da Boca Pra Fora* e Mexe Que É Bom.

Também em 2000 é lançado o décimo segundo álbum, apenas com inéditas, também chamado Zezé Di Camargo & Luciano, e traz as músicas: Tarde Demais, Sem Você, Antes De Voltar Pra Casa, Dou A Vida Por Um Beijo, O Que É Que Eu Faço?, A Saudade É Uma Pedra, Saudade De Nós Dois, Tranque A Porta E Me Beija, O Bicho Vai Pegar, entre outras.

O décimo terceiro álbum da dupla, homônimo, é lançado em 2001, e conta com as faixas: Pra Sempre Em Mim (You Needed Me), Fala Sério, Nem Mais Uma Dúvida*, Diz Pro Meu Olhar, Passou Da Conta*, Solidão À Três, Refém Do Amor, Meu País, Bella Senz'anima, entre outras. Ainda em 2001 é lançado o décimo quarto álbum, chamado Zezé Di Camargo & Luciano Em Espanhol, com versões em espanhol de grandes sucessos da carreira.

Em 2002 é lançado o décimo quinto álbum, mais uma vez homônimo, e nos apresenta as seguintes faixas: Preciso De Um Tempo, Chamando Seu Nome, Sou Assim, Imprevisível, A Ferro E Fogo*, Um Dia Mais, Sufocado (Drowning)*, entre outras.

O lançamento do décimo sexto álbum, novamente homônimo, acontece em 2003, e traz as músicas inéditas e regravações de grandes sucessos na voz de outros intérpretes: Pra Mudar A Minha Vida*, Nosso Amor É Ouro, Demorou Demais, Pra Sempre, Irmão Da Lua Amigo Das Estrelas*, Tristeza Do Jeca, Não Dá Mais*, Eu Amo* (participação especial de Alvinho & Da Matta), Toneladas De Paixão, Não Era Pra Ser Assim, entre outras. Zezé Di Camargo, fatura com esse álbum seus dois Grammy Latino, em 2003 ganha como o Melhor Álbum De Música Sertaneja, e em 2004 ganha como o Melhor Álbum De Música Romântica.

Pela primeira vez na carreira, a dupla deixa de lançar um álbum por ano, lançando seu décimo sétimo álbum, mais uma vez homônimo, apenas em 2005, com as faixas: Fui Eu*, Fera Mansa, Átomos, Apaixonado Por Você, Fica De Uma Vez, Vai Dar Tudo Certo, Paguei Pra Ver*, entre outras.

Em 2005 também é lançado o filme '2 Filhos De Francisco: A História De Zezé Di Camargo & Luciano (Breno Silveira, 2005)', que conta a história da família Camargo, tendo como personagens principais Mirosmar e Welson, os filhos mais famosos do Seu Francisco e de Dona Helena, e que levou aos cinemas mais de 5 milhões e meio de espectadores em 2005, o filme mais visto do ano.

Já em 2006, Zezé Di Camargo & Luciano lança seu décimo oitavo álbum, chamado Diferente. Assim como ter pela primeira vez um álbum com um nome que não seja o mesmo da dupla, outras novidades aparecem neste CD. São misturadas músicas gravadas ao vivo e músicas gravadas em estúdio, além de contar com participações especiais em algumas faixas e ter regravações de músicas internacionais. O álbum apresenta: Amor Que Fica (participação especial de Ivete Sangalo), Diz Pro Meu Olhar, Foi Só Engano, Minha História (participação especial de Chico Buarque), A Saudade É Uma Pedra, Tempo Perdido*, Olha Eu Aí, Hey Jude, How Can I Go On? (participação especial de Silvinha Araújo), entre outras.

Em 2008 é lançado o décimo nono álbum, mais uma vez homônimo, traz as faixas: A Distância, O Que Vai Ser De Nós, Não Quero Te Perder*, Nunca Amei Assim, Valeu Demais, O Melhor É Dar Um Tempo, entre outras. Ainda neste ano, Zezé Di Camargo & Luciano participam do especial de fim de ano, da Rede Globo, Roberto Carlos, e canta ao lado do Rei a música O Portão*.

Em 2009 a dupla alcança a marca de vinte álbuns lançados, e o vígéssimo álbum é duplo e é segundo ao vivo, recebe o nome de Duas Horas De Sucesso Ao Vivo, conta com dezoito sucessos e quatro músicas inéditas, que são: O Povo Fala, Não Quero Te Perder, Nunca Amei Ninguém Assim e Melhor É Dar Um Tempo.

Já em 2010 a dupla lança seu vigéssimo primeiro álbum chamado Double Face. É um álbum duplo, que traz no primeiro disco canções inéditas e no segundo regravações de canções sertanejas que marcaram a vida de Zezé Di Camargo e de Luciano. Algumas faixas são: Tapa Na Cara*, Apaixonite Aguda, Um Amor Pra Vida Inteira, Mentes Tão Bem (Mientes Tan Bien), Um Novo Cara, Eres Todos Los Extremos, Do Seu Lado/Tão Linda Tão Louca, Cada Qual Tem Seu Valor, Solidão No Seu Lugar, Metade De Alguém, Aguenta Coração, Voando Baixo, Telefone Mudo/Ainda Ontem Chorei De Saudade, Distante Dela, entre outras.

Ainda em 2010 a dupla participa do álbum Emoções Sertanejas, um projeto em comemoração aos 50 anos de carreira do Rei Roberto Carlos, cantando as músicas: O Portão, Quando ao lado de Daniel e Eu Quero Apenas.

Em 2011 a dupla comemora 20 anos de carreira com um show chamado 20 Anos De Sucesso, que possivelmente se transformará em CD e DVD em 2012. Também foi anunciado, por Luciano, o fim da dupla para 2012, o que rapidamente foi desmentido por ambos. Vamos ficar na torcida para que a dupla continue, lance mais álbuns e músicas que marquem nossas vidas.

Segue abaixo a lista, selecionada por mim, das 45 melhores músicas de Zezé Di Camargo & Luciano, em ordem cronológica, e uma playlist com as mesmas músicas:


1ª) Adeus Maria (por Zazá & Zezé)
1980 (Zazá)

2ª) Nem Dormindo Consigo Te Esquecer (por Zezé Di Camargo)
1988 (Cesar Augusto)

3ª) Você (por Zezé Di Camargo)
1988 (Tim Maia)

4ª) É O Amor
1991 (Zezé Di Camargo)

5ª) Águas Passadas (com Fafá De Belém)
1991 (Paulo Debétio e Paulinho Rezende)

6ª) Muda De Vida
1992 (Fátima Leão, Elias Muniz e Carlos Randall)

7ª) Coração Está Em Pedaços
1992 (Zezé Di Camargo)

8ª) Saudade Bandida
1993 (Zezé Di Camargo)

9ª) Faz Mais Uma Vez Comigo
1993 (César Augusto)

10ª) Eu Só Penso Em Você (Always On My Mind) (com Willie Nelson)
1993 (J. Christopher, W. Thompson e M. James / Versão: Jerry Adriani e Lilian Knapp)

11ª) Salva Meu Coração
1994 (Zezé Di Camargo)

12ª) Foi A Primeira Vez
1994 (Cesar Augusto e Piska)

13ª) Você Vai Ver
1994 (Elias Muniz e Carlos Colla)

14ª) Vem Cuidar De Mim
1994 (Zezé Di Camargo)

15ª) Como Um Anjo
1994 (Lucas Rhobles e Roberto Merli)

16ª) Pão De Mel
1995 (Zezé Di Camargo)

17ª) Na Hora H
1995 (Bruno e Felipe)

18ª) Nem É Bom Lembrar
1995 (Cesar Augusto e Zezé Di Camargo)

19ª) Sem Medo De Ser Feliz
1995 (Zezé Di Camargo)

20ª) Fio De Cabelo (por Chitãozinho e Zezé Di Camargo)
1995 (Marciano e Darci Rossi)

21ª) Preciso Ser Amado
1996 (Cesar Augusto e Piska)

22ª) Outra Vez Por Amor
1996 (Carlos Randall e Danimar)

23ª) Vivendo Por Viver
1996 (Marcio Greyck e Cobel)

24ª) Não Aprendi Dizer Adeus (por Leandro e Zezé Di Camargo)
1996 (Joel Marques)

25ª) Dois Amigos (com Julio Iglesias)
1998 (Zezé Di Camargo)

26ª) Pare!
1999 (Cesar Augusto e Piska)

27ª) Será Que Foi Saudade?
1999 (Zezé Di Camargo)

28ª) Amor Selvagem
1999 (Zezé Di Camargo, Cecílio Nena e Antônio Luiz)

29ª) Você Mudou Demais
1999 (Cesar Augusto e Piska)

30ª) Todas As Manhãs (com Sérgio Reis)
1999 (Roberto Carlos e Erasmo Carlos)

31ª) Da Boca Pra Fora
2000 (Nildomar Dantas)

32ª) Nem Mais Uma Dúvida
2001 (Zezé Di Camargo, Cecílio Nena e Antônio Luiz)

33ª) Passou Da Conta
2001 (Felipe e Bruno)

34ª) A Ferro E Fogo
2002 (Vinícius, João Victor e Waléria Leão)

35ª) Sufocado (Drowning)
2002 (Linda Thompson, Andreas Carlsson e Rami Yacoub / Versão: Cesar Augusto e Bozzo Baretti)

36ª) Pra Mudar Minha Vida
2003 (Zezé Di Camargo e Luciano)

37ª) Irmão Da Lua, Amigo Das Estrelas
2003 (Zezé Di Camargo e Maycon da Cruz)

38ª) Não Dá Mais
2003 (Luciano, João Victor e Vinícius)

39ª) Eu Amo (com Alvinho & Da Matta)
2003 (Álvaro Socci)

40ª) Fui Eu
2005 (Michael Sullivan e Paulo Massadas)

41ª) Paguei Pra Ver
2005 (Pedro Paulo, Leo e Vinicius)

42ª) Tempo Perdido
2006 (Antonio Luiz, César Augusto e Juno)

43ª) Não Quero Te Perder
2008 (Sérgio Pinheiro, Carlos Randall e Randalzinho)

44ª) O Portão (com Roberto Carlos)
2008 (Roberto Carlos e Erasmo Carlos)

45ª) Tapa Na Cara
2010 (Ridan Pires, Zel Moreira e Villa)




Para entender a dinâmica do 'O Teatro Da Vida' visite a página sobre o blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...