10 dezembro 2011

1001 Filmes +: Chicago (Chicago)

DIREÇÃO: Rob Marshall;
ANO: 2002;
GÊNEROS: Comédia, Drama, Musical e Policial;
NACIONALIDADE: EUA;
IDIOMA: inglês;
ROTEIRO: Bill Condon;
BASEADO EM: musical de Fred Ebb e Bob Fosse tambem chamado de 'Chicago';
PRINCIPAIS ATORES: Renée Zellweger (Roxie Hart); Catherine Zeta-Jones (Velma Kelly); Richard Gere (Billy Flynn); Queen Latifah (Matron 'Mamma' Morton); Jayne Eastwood (Sra. Borusewicz); John C. Reilly (Amos Hart); Taye Diggs (Líder Da Banda); Dominic West (Fred Casely); Cliff Saunders (Gerente); Bruce Beaton (Fotógrafo Da Polícia); Roman Podhora (Sargento Fogarty); Colm Feore (Harrison); Robert Smith (Fotógrafo Do Jornal como Rob Smith); Sean Wayne Doyle (Repórter); Steve Behal (Escrituário Da Prisão); Robbie Rox (Guarda Da Prisão); Chita Rivera (Nickie); Susan Misner (Liz); Denise Faye (Annie); Deidre Goodwin (June); Ekaterina Chtchelkanova (Hunyak) e Lucy Liu (Kitty Baxter).




SINOPSE: "Os destinos de Roxie Hart, uma sonhadora cantora que busca a fama dos palcos da Broadway, e Velma Kelly, que já fora famosa, se cruzam na prisão de Chicago. Roxie, que matou o amante após o abandono, e Velma, que matou o marido e a irmã, tentam chamar a atenção da imprensa, para voltar aos holofotes da Broadway, através do bem sucedido e esperto advogado Billy Flynn." (Cineplayers).



"O roteiro deste filme cabe perfeitamente para um musical, um dos raros filmados na década de 2000, com sucesso. Os musicais foram sinônimos de cinema no meio do século passado, quando conseguiu seu auge com os grandes clássicos do gênero e do cinema, como o 'Agora Seremos Felizes (Meet Me In St. Louis, Vincente Minnelli, 1944)', filme anteriormente postado nesta sessão. É um gênero sazonal e titubeante, muitas vezes visto como ultrapassado, mas quando filmado nos dia de hoje, trazendo um belo roteiro, belos personagens e atores e uma bela direção, é muito bem vindo e acertado, e seu rótulo de um 'formato antigo e ultrapassado' cai por terra. O quarteto de atores (Gere, Zeta-Jones, Zellweger e Latifah) dão o equilíbrio, entre si e o roteiro, um tanto quanto patético e cômico, mas muito realista e verdadeiro. Indo mais a fundo, podemos analisar a força que a mídia tem em tornar bandido em mocinhos, com a ajuda fundamental do advogado-ator, o que se encaixa perfeitamente nos dias de hoje, mesmo sendo escrito há quase 100 anos."

(1: Ruim; 2: Regular; 3: Bom; 4: Ótimo; 5: Excelente)
Jonathan Pereira





"Chicago representa o que há de melhor nos musicais modernos, com profissionais de talento dançando e cantando histórias antes reproduzidas nos palcos da Broadway. Chicago é uma história antiga, da década de 1920, com várias versões e chegando com o mesmo glamour e interesse quase um século depois, mostrando o quanto o narcisismo está intrínseco na psique humana, e agora mais que nunca, na 'Sociedade do Espetáculo' (termo de Guy Debord para o culto exacerbado da imagem). Para estrelar este filme foram consideradas cantoras do ShowBizz como Madonna, mas estrelaram com toda vontade e talento que têm, Renée Zellweger e Catherine Zeta-Jones, respectivamente como Roxie Hart e Velma Kelly, emocionando com seus dramas e mostrando toda simpatia e sensualidade em coro e dança. Para completar o charme do elenco encontramos Richard Gere, o advogado sapateador Billy Flinn, nos brindando ao mostrar mais alguns de seus talentos, o de cantor e de dançarino: quem já o amava, agora enlouqueceu. Rob Marshall, coreógrafo e diretor do filme, amarrou muito bem esta história com as atuações, não perdendo de vista outros grandes talentos como John C. Reilly (interpretando Amos Hart) e Queen Latifah, a 'Mama' Morton, carcereira gentil do filme."

(1: Ruim; 2: Regular; 3: Bom; 4: Ótimo; 5: Excelente)
Kleber Godoy





Para entender o que são os 1001 Filmes, acesse a página explicativa.

Para entender a dinâmica do 'O Teatro Da Vida' visite a página sobre o blog.





















Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...