25 agosto 2011

Ítalo Rossi: É Mara!

Neste mês de agosto perdemos um dos maiores nomes do cenário artístico brasileiro, que marcou história como diretor e ator e nos deixou assim que completou 60 anos de carreira e 80 anos de vida. Um dos grandes, um dos raros, um monstro sim, mesmo que ele não gostasse de adjetivos e dizia que era apenas uma brincadeira. A ele, nossa reverência, carinho, homenagem e saudade!


Italo Balbo Di Fratti Coppola Rossi (Botucatu, 19 de janeiro de 1931 / Rio de Janeiro, 2 de agosto de 2011) foi um ator brasileiro. Em 1959, formou a Companhia Teatro Dos Sete, ao lado de Fernanda Montenegro, Sérgio Britto, Gianni Ratto, Luciana Petruccelli, Alfredo Souto de Almeida e Fernando Torres, e apresentou no Teatro Municipal do Rio de Janeiro a peça 'O Mambembe', de Artur Azevedo. A montagem é considerada pela crítica um marco no teatro brasileiro.

Com o Teatro dos Sete, Ítalo participou do Grande Teatro Tupi, também ao lado dos amigos Fernanda Montenegro, Sérgio Britto, Fernando Torres, Manoel Carlos, entre outros. O teleteatro apresentou um repertório de mais de 450 peças. Depois de seis anos no ar na TV Tupi, o Grande Teatro transferiu-se, para a TV Rio e depois, para a Rede Globo. Foi um programa formador de plateia, e referência na história da televisão e do teatro brasileiro.


Na televisão, Ítalo Rossi começou sua carreira em 1963, e sua primeira novela na Rede Globo foi 'Bravo', de Janete Clair. Durante todos esses anos de carreira, na maioria das vezes interpretou personagens coadjuvantes. Fez participações importantes em telenovelas como 'Escrava Isaura', 'Que Rei Sou Eu?', 'Araponga', 'Senhora Do Destino' e 'Belíssima'. Também foi o Rei Minos no episódio O Minotauro do Sítio Do Picapau Amarelo em 1978.

Seu último papel na TV foi no programa humorístico Toma Lá, Dá Cá de 2008, da Rede Globo, em que interpretou a personagem homossexual Seu Ladir que popularizou o bordão 'É mara!' (É maravilhoso!).


'Qualquer ator brasileiro vendo Ítalo Rossi representar terá que sentir um pouco de inveja de seu jeito de chegar à plateia.' (Procópio Ferreira)

'Nasce um ator e não se deve tocar nele.' (Paulo Francis)


'O Teatro é minha opção de vida, minha crença, minha fé.' (Ítalo Rossi)

'O ator deve ter muito de loucura, um pouco de lucidez e deve transbordar de neurose.' (Ítalo Rossi)

'No teatro me divirto e afogo as mágoas. É revigorante. É onde respiro melhor.' (Ítalo Rossi)


'Meu maior prêmio e poder estar no palco, trabalhando com paixão. E a ternura é a minha retribuição.' (Ítalo Rossi)

'Ao ver a memória de um personagem sendo revelada, o espectador pode revelar sua própria memória.' (Ítalo Rossi)

'O Teatro para mim é como andar de bicicleta. Se parar, eu caio.' (Ítalo Rossi)

Abaixo o vídeo na íntegra da entrevista de Ítalo Rossi no programa GNews Documento, da Globo News, comandado por Geneton Moraes Neto, que foi ao ar no dia 15.01.2011.


Abaixo, as atuações e direções em teatro, televisão e cinema:


ATOR

1951 | O Calcanhar De Aquiles | Teatro (Teatro Do Comerciário do SESC/SP) | de Julio de Gouveia | Personagem: Calouro
1951 | A Corda (Festim Diabólico) | Teatro (Grupo de Teatro Amador de São Paulo) | de Evaristo Ribeiro | Personagem: Rupert Cadell
1951 | Pantomima Trágica | Teatro (Grupo de Teatro Amador de São Paulo) | de Armando Couto | Personagem: Arlequim

1952 | Férias De Verão | Teatro (Grupo de Teatro Amador de São Paulo) | de Rubens Petrilli Aragão | Personagem: Borge
1952 | Aconteceu Às 5... E Um Quatro | Teatro (Companhia Brasileira de Comédia Armando Couto-Ludy Veloso) | de Armando Couto | Personagem: Felipe
1952 | Um Amor De Bruxa | Teatro (Companhia Brasileira de Comédia Armando Couto-Ludy Veloso) | de Armando Couto | Personagem: Nick

1953 | Uma Vida Para Dois | Cinema | de Armando de Miranda
1953 | O Homem Dos Papagaios | Cinema | de Armando Couto
1953 | Esquina Da Ilusão | Cinema | de Ruggero Jacobbi
1953 | A Desconhecida De Arras | Teatro (Teatro de Vanguarda de Ruggero Jacobbi) | de Ruggero Jacobbi | Personagem: Nicolas
1953 | Conflito Sem Paixão | Teatro (Teatro de Vanguarda de Ruggero Jacobbi) | de Ruggero Jacobbi | Personagem: Tulio
1953 | O Pensamento | Teatro (Teatro de Vanguarda de Ruggero Jacobbi) | de Carla Civelli | Personagem: Não identificado
1953 | Pedacinho De Gente | Teatro (Companhia Teatral Vera Nunes e Carlos Alberto) | de Carlos Alberto de Oliveira | Personagem: Julio Bernini

1954 | A Sogra | Cinema | de Armando Couto
1954 | Destino Em Apuros (Destiny Introuble) | Cinema | de Ernesto Remani
1954 | Para Servi-A Madame | Teatro (Companhia Teatral Vera Nunes e Carlos Alberto) | de Carla Civelli | Personagem: Romeu Funiculi
1954 | Pancada De Amor | Teatro (Companhia Teatral Vera Nunes e Carlos Alberto) | de Carla Civelli | Personagem: Victor

1955 | O Prazer Da Honestidade | Teatro (Teatro de Arena) | de Carla Civelli | Personagem: Baldovino
1955 | Não Se Sabe Como | Teatro (Teatro de Arena) | de José Renato | Personagem: Dario
1955 | Recital Fernando Pessoal | Teatro (Jograis de São Paulo) | de Ruy Affonso | Personagem: Não identificado

1956 | Grande Teatro Tupi Do Rio De Janeiro (Episódios: Os Espectros, O Pai, O Sétimo Céu, O Professor Klenow e O Escravo) | Televisão | Teleteatro | TV Tupi
1956 | Casa De Chá Do Luar De Agosto | Teatro (Teatro Brasileiro de Comédia, TBC) | de Maurice Vaneau | Personagem: Sakini

1957 | Grande Teatro Tupi Do Rio De Janeiro (Episódios: Doze Homens Furiosos, A Marechal, Noites Brancas, Coronel Chabert, O Destino Bate A Porta, A Casa Das Sete Torres, Em Cada Coração Um Pecado, A Dama De Espadas, O Falecido Matias Pascal e Monsieur Lambertier) | Televisão | Teleteatro | TV Tupi
1957 | O Pão Que O Diabo Amassou | Cinema | de Maria Basaglia | Personagem: Borboleta
1957 | Rua São Luiz, 27-8º | Teatro (Teatro Brasileiro de Comédia, TBC) | de Alberto D´Aversa | Personagem: Dr. Quinzinho
1957 | Os Interesses Criados | Teatro (Teatro Brasileiro de Comédia, TBC) | de Alberto D´Aversa | Personagem: Crispin

1958 | Grande Teatro Tupi Do Rio De Janeiro (Episódios: Carnet De Baile, O Céu Está À Venda, O Imbecil, Ralé, O Fugitivo, Yayá Garcia, Trágica Inocência, Aquele Que Leva Bofetadas e Fim De Jornada) | Televisão | Teleteatro | TV Tupi
1958 | E O Espetáculo Continua | Cinema | de José Cajado Filho | Personagem: Quincas
1958 | Vestir Os Nus | Teatro (Teatro Brasileiro de Comédia, TBC) | de Alberto D´Aversa | Personagem: Alfredo Cantavalle
1958 | Um Panorama Visto Da Ponte | Teatro (Teatro Brasileiro de Comédia, TBC) | de Alberto D´Aversa | Personagem: Integrante da família Lipari
1958 | Pedreira Das Almas | Teatro (Teatro Brasileiro de Comédia, TBC) | de Alberto D´Aversa | Personagem: Vasconcelos

1959 | Grande Teatro Tupi Do Rio De Janeiro (Episódios: Escravo De Si Mesmo, Lillion, Mayerling, A Corda, Assunta Spina, Floradas Na Serra e A Vida Por Um Fio) | Televisão | Teleteatro | TV Tupi
1959 | O Manbembe | Teatro (Teatro dos Sete) | de Gianni Ratto | Personagem: Frazão

1960 | Grande Teatro Tupi Do Rio De Janeiro (Episódios: Tensão Em Shangai, O Comediante, O Demônio Familiar, Esses Fantasmas, Living-Room, Os Amantes De Verona, Antígona, Frankel, Onde A Cruz Está Marcada, Dilema De Um Médico e Terras Do Sem Fim) | Televisão | Teleteatro | TV Tupi
1960 | A Profissão Da Sra. Warren | Teatro (Teatro dos Sete) | de Gianni Ratto | Personagem: Reverendo Samuel Gardner
1960 | Cristo Proclamado | Teatro (Teatro dos Sete) | de Gianni Ratto | Personagem: Juiz Oliveira
1960 | Com A Pulga Atrás Da Orelha | Teatro (Teatro dos Sete) | de Gianni Ratto | Personagem: Victor Emanuel Chandebise e Poche

1961 | Grande Teatro Tupi Do Rio De Janeiro (Episódios: Woyzek, Ana Karenina, Orgulho E Preconceito, O Vampiro, Treza À Mesa, Sangue Do Meu Sangue, Cheque-Mate, Os Possessos, Santa Maria Fabril S.A., As Colunas Do Templo, Gonzaga E A Revolução De Minas e Cartas Anônimas) | Televisão | Teleteatro | TV Tupi
1961 | O Beijo No Asfalto | Teatro (Teatro dos Sete) | de Fernando Torres | Personagem: O Delegado Cunha
1961 | O Velho Ciumento | Teatro (Teatro dos Sete) | de Gianni Ratto | Personagem: Compadre
1961 | O Médico Valante | Teatro (Teatro dos Sete) | de Gianni Ratto | Personagem: Sgnarelo
1961 | Os Ciúmes De Um Pedestre Ou O Terrível Capitão Do Mato | Teatro (Teatro dos Sete) | de Gianni Ratto | Personagem: Paulino

1962 | Grande Teatro Tupi Do Rio De Janeiro (Episódios: O Genro De Nuitas Sogras, Os Filhos De Eduardo, Jogo No Escuro, O Capote e Três Anas e Três Josés Em Torno De Uma Cama) | Televisão | Teleteatro | TV Tupi
1962 | O Homem, A Besta E A Virtude | Teatro (Teatro dos Sete) | de Gianni Ratto | Personagem: O Transparente Professor Paulino

1963 | A Morta Sem Espelho | Televisão | Novela | TV Rio
1963 | Pouco Amor Não É Amor | Televisão | Novela | TV Rio
1963 | Grande Teatro (Episódios: Seis Personagens A Procura De Um Autor, Apartamento Sem Luvas, O Desconhecido Bate À Sua Porta, Nunca Te Amei, Trinta Milhões Do Gladiador, A Casa, A Porta Aberta e A Médium) | Televisão | Teleteatro | TV Rio
1963 | Victor Ou As Crianças No Poder | Teatro | de Martins Gonçalves | Personagem: Victor

1964 | Sonho De Amor | Televisão | Novela | TV Rio / Record
1964 | Vitória | Televisão | Novela | TV Rio
1964 | Grande Teatro (Episódios: A Patente, Laura, Vestido De Noiva, O Homem Que Vendeu A Alma, A Visita Da Velha Senhora, Volta A Babilônia e Moira) | Televisão | Teleteatro | TV Rio
1964 | Mirandolina | Teatro (Teatro dos Sete) | de Gianni Ratto | Personagem: Conde de Albafiorita

1965 | Padre Tião | Televisão | Novela | Globo
1965 | 4 No Teatro (Episódios: Crônica De Uma Rainha, Referência 3.200 e Trágica Inocência) | Televisão | Teleteatro | Globo
1965 | Society Em Baby-Doll | Cinema | de Waldemar Lima e Luiz Carlos Maciel
1965 | As Feiticeiras De Salém | Teatro (Companhia Carioca de Comédia, CCC) | de João Bethencourt | Personagem: Reverendo Hale

1966 | Paraíba, Vida E Morte De Um Bandido | Cinema | de Victor Lima
1966 | A Mulher De Todos Nós | Teatro (Teatro dos Sete) | de Gianni Ratto | Personagem: Delon
1966 | A Sinistra Comédia | Teatro (Companhia Carioca de Comédia, CCC) | de Flávio Rangel | Personagem: Harry / Richard
1966 | O Sr. Puntilla E Seu Craido Matti | Teatro (Companhia Carioca de Comédia, CCC) | de Flávio Rangel | Personagem: Sr. Puntila

1967 | A Derrota | Cinema | de Mario Fiorani | Personagem: Carrasco
1967 | Cara A Cara | Cinema | de Júlio Bressane | Personagem: Político
1967 | Oh! Que Delícia De Guerra | Teatro (Companhia Carioca de Comédia, CCC) | de Ademar Guerra | Personagem: Mestre de Cerimônias e vários personagens
1967 | O Olho Azul Da Falecida | Teatro (Companhia Carioca de Comédia, CCC) | de Maurice Vaneau | Personagem: Truscott
1967 | Dura Lex, Sed Lex, No Cabelo Só Gumex | Teatro | de Sérgio Viotti | Personagem: não identificado

1968 | O Engano | Cinema | de Mario Fiorani: Primeiro marido de Cora
1968 | Desesperato | Cinema | de Sergio Bernardes Filho
1968 | O Segundo Tiro | Teatro | de Sérgio Viotti | Personagem: Henry Dolac

1969 | Um Gosto Amargo De Festa | Televisão | Novela | TV Tupi

1970 | E Nós Aonde Vamos? | Televisão | Novela | TV Tupi
1970 | Brasileiro, Profissão Esperança | Teatro | de Bibi Ferreira | Personagem: Antonio Maria

1971 | O Marido Vai À Caça | Teatro | de Amir Haddad | Personagem: O marido

1972 | Dibuk, O Demônio | Televisão | Especial | Globo
1972 | Jerônimo, O Herói Do Sertão | Televisão | Novela | TV Tupi | Personagem: Coronel Saturnino Bragança
1972 | Dorotéia Vai À Guerra | Teatro | de Paulo José | Personagem: Dorotéia
1972 | Se Eu Não Me Chamasse Raimundo | Teatro | de José Carlos Gondim | Personagem: monólogo

1973 | Falemos Sem Calças | Teatro | de Antonio Abujamra | Personagem: Pai

1974 | Gente Difícil | Teatro | de Tom Lewy | Personagem: Simão

1975 | Bravo! | Televisão | Novela | Globo | Personagem: Coronel Saturnino Bragança
1975 | Noite Sem Homem | Cinema | de Renato Neumann
1975 | Noite Dos Campeões | Teatro | de Cecil Thiere | Personagem: Tom Daley

1976 | Quem Era Shirley Temple? | Televisão | Especial | Globo
1976 | Vejo A Lua No Céu | Televisão | Novela | Globo | Personagem: Jacinto
1976 | Escrava Isaura | Televisão | Novela | Globo | Personagem: José
1976 | O Santo Inquérito | Teatro | de Flávio Rangel | Personagem: Visitador do Santo Ofício

1977 a 1986 | Sítio Do Picapau Amarelo (participação em episódios na década de 1970) | Televisão | Série | Globo
1977 | Os Pequenos Burgueses | Teatro | de Renato Borghi | Personagem: Terênti Krisânfovitch
1977 | O Doente Imaginário | Teatro | de João Bethencourt | Personagem: Argan

1978 | Os Veranistas | Teatro | de Sérgio Britto | Personagem: Souslov

1979 | Chico City | Televisão | Série | Globo | Personagem: Reginaldo
1979 | O Bravo Guerreiro | Cinema | de Gustavo Dahl | Personagem: Conrado Frota
1979 | A República Dos Assassinos | Cinema | de Miguel Faria Júnior
1979 | A Calça | Teatro | de Maurice Vaneau | Personagem: Franco Anchois

1980 | Papo Furado | Teatro | de Antônio Pedro | Personagem: Costureiro
1980 | Trilhas E Armadilhas | Teatro | de Walter Marins | Personagem: Recital

1981 | Brilhante | Televisão | Novela | Globo | Personagem: Delegado
1981 | As Tias | Teatro | de Luiz de Lima | Personagem: Floro

1983 | Parabéns Pra Você | Televisão | Série | Globo | Personagem: Vice-Reitor
1983 | A Milionária | Teatro | de Paulo Afonso de Lima | Personagem: Sagamore

1984 | Transas E Caretas | Televisão | Novela | Globo | Personagem: Gilberto
1984 | Nicolau | Teatro | de Bráulio Pedroso | Personagem: Dr. Langue

1985 | Tudo Em Cima | Televisão | Série | Manchete | Personagem: Dr. Evandro Sena
1985 | Quantro Vezes Beckett | Teatro | de Gerald Thomas | Personagem: Recital

1986 | Encontro Com Fernando Pessoa | Teatro | de Walmor Chagas | Personagem: Recital

1987 | Encontro Com Decartes E Pascal | Teatro | de Jean-Pierre Miquel | Personagem: Descartes

1988 | Chapadão Do Bugre | Televisão | Série | Manchete | Personagem: Dr. Evandro Sena

1989 | Doida Demais | Cinema | de Sérgio Rezende
1989 | Estrela Da Vida Inteira | Teatro | de Flávio Marinho | Personagem: Recital
1989 | O Santo E A Porca | Teatro | de Walmor Chagas | Personagem: Euricão

1990 | Araponga | Televisão | Novela | Globo | Personagem: Zeca
1990 | Um & Outro | Teatro | de Miguel Falabella | Personagem: monólogo

1992 | Você Decide (Episódio: Sonho Dourado) | Televisão | Série | Globo | Personagem: Paulo José
1992 | Morte Por Água | Cinema | de Marcelo Augusto
1992 | Antígona | Teatro | de Moacyr Góes | Personagem: Creonte

1993 | Chão De Estrelas | Cinema | de José C. Castanheira e Marcelo Carvalho
1993 | Comunicação A Uma Academia | Teatro | de Moacyr Góes | Personagem: Macaco que se transforma em Homem

1994 | Olho No Olho | Televisão | Novela | Globo | Personagem: Ferreira
1994 | Peer Gynt | Teatro | de Clara Góes | Personagem: vários personagens

1995 | Engraçadinha | Televisão | Série | Globo | Personagem: Dr. Phocion
1995 | Você Decide (Episódio: A Herança) | Televisão | Série | Globo | Personagem: Tizuka Yamasaki

1996 | Você Decide (Episódio: Em Nome Do Padre) | Televisão | Série | Globo | Personagem: Ary Coslov
1996 | O Doente Imaginário | Teatro | de Moacyr Góes | Personagem: Argan

1997 | A Grande Noitada | Cinema | de Denoy de Oliveira | Personagem: Butuca
1997 | Gata Em Teto De Zinco Quente | Teatro | de Moacyr Góes | Personagem: Papai

1998 | Serras Azuis | Televisão | Novela | Bandeirantes | Personagem: Eleogadário

2000 | Esplendor | Televisão | Novela | Globo | Personagem: Vicente

2001 | Alta Sociedade | Teatro | de Mauro Rasi | Personagem: Leopoldo

2002 | Coração De Estudante | Televisão | Novela | Globo | Personagem: Vicente

2003 | Maria, Mãe Do Filho De Deus | Cinema | de Moacyr Góes | Personagem: Caifás

2004 | Kubanacan | Televisão | Novela | Globo | Personagem: Trujillo

2005 | Senhora Do Destino | Televisão | Novela | Globo | Personagem: Alfred, o mordomo

2006 | Belíssima | Televisão | Novela | Globo | Personagem: Fernando Medeiros

2008 | Toma Lá, Dá Cá | Televisão | Série | Globo | Personagem: Seu Ladir
2008 | Sexo Com Amor? | Cinema | de Wolf Maia | Personagem: Padre Ancelmo


DIRETOR

1952 | Auto De Natal | Teatro

1955 | O Impetuoso Capitão Tic | Teatro

1982 | Brasileiro, Profissão Esperança | Teatro

1987 | Momentos | Teatro

1988 | Morre Um Coração Vulgar | Teatro

1990 | Isso É Tudo | Teatro

1991 | Artigo De Luxo | Teatro
1991 | Um Dia Muito Louco (Bodas De Fígaro) | Teatro

1994 | Ato Variado | Teatro

1995 | Vita & Virgínia, Momento De Amot | Teatro
1995 | À Luz Da Lua | Teatro

2003 | Encontro Com Clarice | Teatro

2005 | 2 X Pinter | Teatro

2007 | ...Isso Era Tudo O Que Eu Queria... | Teatro




Para entender a dinâmica do 'O Teatro Da Vida' visite a página sobre o blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...