27 agosto 2011

1001 Filmes +: Drácula De Bram Stoker (Bram Stoker's Dracula)

ANO: 1992;
GÊNEROS: Romance, Suspense e Terror;
NACIONALIDADE: EUA;
IDIOMA: Inglês;
ROTEIRO: James V. Hart;
BASEADO EM: obra literária de Abraham 'Bram' Stoker, o criador do Drácula;
PRINCIPAIS ATORES: Gary Oldman (Drácula); Winona Ryder (Mina Murray / Elisabeta); Anthony Hopkins (Professor Abraham Van Helsing); Keanu Reeves (Jonathan Harker); Richard E. Grant (Dr. Jack Seward); Cary Elwes (Lord Arthur Holmwood); Billy Campbell (Quincey P. Morris como Bill Campbell); Sadie Frost (Lucy Westenra); Tom Waits (R.M. Renfield); Monica Bellucci (Noiva do Drácula); Michaela Bercu (Noiva do Drácula); Florina Kendrick (Noiva do Drácula); Jay Robinson (Sr. Hawkins); I.M. Hobson (Hobbs) e Laurie Franks (empregada de Lucy).






SINOPSE: "No século XV, um líder e guerreiro dos Cárpatos renega a Igreja quando esta se recusa a enterrar em solo sagrado a mulher que amava, pois ela se matou acreditando que ele estava morto. Assim, perambula através dos séculos como um morto-vivo e, ao contratar um advogado, descobre que a noiva deste a reencarnação da sua amada. Deste modo, o deixa preso com suas "noivas" e vai para a Londres da Inglaterra vitoriana, no intuito de encontrar a mulher que sempre amou através dos séculos." (Adoro Cinema).



"Mais um grande diretor para nossa coleção: Coppola. Ele adaptou o filme de um livro, do criador do mito literário moderno do vampiro, o Drácula, o escritor irlandês Bram Stroker. É um filme bastante rico em sua história, atuações e cenografia. Cheio de suspense, terror, e doses indesejáveis de comédia, o filme retrata de forma completa o amor entre um imortal mortal que torna-se Drácula, e sua amada que se suicida e faz com que seu amado lute contra Deus e se torne o 'demônio' na Terra. As atuações de Gary Oldman, Winona Ryder, Anthony Hopkins se mostram impecáveis, intensas e profundas, enquanto outro grande ator, Keanu Reeves, tem sua atuação bastante diminuta, apagada e superficial, ficando à margem do filme. O cenário é muito rico, sombrio e inebriante e a história torna-se envolvente nos seus último 30 minutos, compensando os 90 minutos iniciais lineares."

(1: Ruim; 2: Regular; 3: Bom; 4: Ótimo; 5: Excelente)
Jonathan Pereira






"Ai ai... muito difícil falar desta grande obra do cinema com tanta gente de talento e premiada envolvida. Para começar, o diretor é Francis Ford Coppola, famoso mundialmente pela saga de 'O Poderoso Chefão / O Poderoso Chefão: Parte II / O Poderoso Chefão: Parte III (The Godfather, 1972 / The Godfather: Part II, 1974 / The Godfather: Part III, 1990)'. O ator principal, que interpreta o nosso Drácula é Gary Oldman, ator de safra britânica (eles são os melhores!) que conheci em 'Harry Potter E O Prisioneiro De Azkaban (Harry Potter And The Prisoner Of Azkaban, Alfonso Cuarón, 2004)', filme no qual interpreta o tio de Harry Potter, 'Sirius Black', e depois tomei contato com outros trabalhos dele, sendo que ao ler sobre sua vida encontramos um dos maiores atores da atualidade (apesar de pouco conhecido do lado de cá do Atlântico) e basta dizer isso sobre ele. Continuando a caracterizar nosso céu estrelado encontramos Anthony Hopkins, que já foi Serial Killer canibal com o personagem de Hannibal Lecter, ganhando vários prêmios pela sua atuação na série da qual participou de três dos quatro filmes 'O Silêncio Dos Inocentes / Hannibal / Dragão Vermelho (The Silence Of The Lambs, Jonathan Demme, 1991 / Hannibal, Ridley Scott, 2001 / Red Dragon, Brett Ratner, 2002)', é considerado um dos maiores e melhores atores vivos atualmente, já tendo interpretado também outros personagens impactantes como o Zorro e aqui nos presenteia com sua apreciação do professor e especialista em doenças misteriosas, Abraham Van Helsing. De Keanu Reeves, conhecido galã de Hollywood, já vi melhores trabalhos antes e depois deste filme, sendo que alguns de seus sucessos de público e crítica são 'Velocidade Máxima (Speed, Jan de Bont, 1994)', a trilogia Matrix, dirigida pelos irmãos Wachowski 'Matrix / Matrix Reloaded / (The Matrix, 1999 / The Matrix Reloaded, 2003 / The Matrix Revolutions, 2003)', que apesar de eu não ter apreciado tanto sua atuação em Drácula ele é um ator interessante, reservado, pouco apegado ao dinheiro, de poucos amigos e que não se incomoda tanto com as críticas a seu trabalho e/ou vida pessoal. Não posso deixar de citar aqui sua atuação no belíssimo filme 'Doce Novembro (Sweet November, Pat O´Connor, 2001)' no qual contracena com Charlize Theron e Jason Isaacs, linda obra. Além destes grandes homens podemos ver em Drácula a performance de Winona Ryder e sua belíssima trajetória de sucesso na arte e na vida, destacando seu namoro com Johnny Depp na época deste filme. E além dela não podemos deixar de destacar o talento de Sadie Frost, a jovem Lucy deste filme, estrelando mesmo. Enfim, obras sobre vampiros tem ou não tem qualidade, sem meios termos, sendo que as obras mais recentes contam com histórias vazias de adolescentes apaixonadas e sedentas por dentes (de garotos afeminados e em crise de identidade) em seus pescoços. Em Drácula não! Aqui vemos muito conteúdo (a lá as obras de Anne Rice) e que embalado por estas estrelas que citei, assistimos a um filme de vampiro muito bem caracterizado e intenso. Esta história fala de uma paixão, de um homem apaixonado que renega a Deus e à religião quando o objeto de sua paixão lhe é retirado, sendo senhor das trevas e reivindicando na escuridão a posse de sua amada, é assim a paixão: desejo de posse, confusão entre o eu e o meu objeto passional, consequências desmedidas para manter a ligação, etc. E no decorrer da história presenciamos a conscientização daquele homem envelhecido em mais de quatro séculos se aproximando de sua amada, que corresponde ao pedido de religação, mas que encontra um conde Vlad muito mais lúcido, passando da paixão para o amor. Vemos sua emoção falar mais alto quando está para transformar sua amada em vampira e lhe diz que a ama tanto que não poderia fazer isso com ela, deitá-la nas trevas, em uma vida sub-humana. E neste ponto encontramos uma verdadeira história de amor. É um romance de terror que vale a pena ver e rever."


(1: Ruim; 2: Regular; 3: Bom; 4: Ótimo; 5: Excelente)
Kleber Godoy





Para entender o que são os 1001 Filmes, acesse a página explicativa.

Para entender a dinâmica do 'O Teatro Da Vida' visite a página sobre o blog.










































Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...