04 outubro 2011

Olimpo Musical: Lionel Richie

Por Jonathan Pereira


* Antes de começar a ler sobre o Lionel Richie, sugiro descer até o final da página e apertar o play do tocador para sentir verdadeiramente o que está escrito aqui. As músicas marcadas com o asterisco (*) são músicas que estão presentes na minha seleção, e consequentemente, no tocador.



NASCIMENTO
20 de junho de 1949 em Tuskegee, Alabama, EUA;

PERÍODO EM ATIVIDADE
1968 até hoje;

DISCOGRAFIA
18 álbuns de estúdio (9 Commodores + 9 Lionel Richie), 4 álbuns ao vivo (1 Commodores + 3 Lionel Richie) e 8 álbuns de compilação (2 Commodores + 6 Lionel Richie)Total de 30 álbuns (12 Commodores + 18 Lionel Richie);

PROJETOS ASSOCIADOS
PREMIAÇÕES
Oscar: 1 (1 Carreira Solo); Grammy Award: 4 (4 Carreira Solo), e; American Music Awards: 1 (1 Commodores);

CURIOSIDADES
- O nome da banda foi por acaso, insatisfeitos com o nome, um dos integrantes da então The Mystics abriu o dicionário aleatoriamente e caiu na palavra commodes (pt: cômodas), sendo adaptada para Commodores;
- O Commodores fez uma breve aparição no filme 'Até Que Enfim É Sexta-Feira (Thank God It's Friday, Robert Klane, 1978)'. Eles tocaram a música Trote Ta Too Hot durante o concurso de dança, além de duas outras canções do seu repertório aparecerem durante o filme: Brick House e Easy;
- Em 2002, a canção Running With The Night de 1982 apareceu na trilha sonora do jogo Grand Theft Auto: Vice City.



Lionel Richie é um ícone da música negra dos EUA, como cantor, compositor e produtor musical, em sua carreira já vendeu mais de 175 milhões de discos e foi laureado com os principais prêmios referente a música como Grammy e Oscar. Suas músicas foram gravadas pelos principais interpretes americanos, e ao lado de Michael Jackson, produziu o maior encontro musical sem fins lucrativos da história, o Usa For Africa.
Ele é um dos raros cantores que conseguiu visibilidade mundial e foi referência em duas carreiras distintas, uma com sua banda Commodores e depois solo. Sua música se encaixa perfeitamente em seu tempo, foi Disco quando precisou ser, foi Dance quando sua carreira já estava consolidada e agora tem a pegada da Black Music moderna, com sinais de Rap e Funk, mas nunca deixou de colocar seu toque único, principalmente nas músicas românticas que o fizeram uma referência na música mundial.

Lionel Brockman Richie Jr., assim é seu nome verdadeiro, nasceu no sudeste dos EUA, no estado do Alabama, na cidade de Tuskegee e foi lá que viveu boa parte do início de sua vida no campus da Universidade da cidade onde morava seu avô e onde também já integrava pequenas bandas de R&B. Depois de morar com sua sua família em Illinois, Lionel volta para sua cidade natal com uma bolsa para estudar na universidade onde cresceu e forma-se em Economia e quase consegue ser pós-graduado.

Em 1968 a sua carreira musical começa de verdade, ao reunir seus amigos de escola Milan Williams, Ronald LaPread, Willian King Jr.,Thomas McClary e Walter Clyde Orange para cantar em festa da escola, acaba germinando a banda e a formação que viria a ser no futuro o The Commodores. No começo a banda era chamada de The Mystics e Lionel Richie não era o vocalista e sim o saxofonista.

Neste ano assinaram seu primeiro contrato com uma gravadora, a Atlantic Records, e no ano seguinte assinam com a lendária Motown Records, onde passam a abrir os shows dos Jackson 5 na sua primeira turnê pelos EUA.

Em 1974 é lançado o primeiro álbum do Commodores intitulado Machine Gun, e traz apenas músicas ao estilo Funk dos anos de 1970. Estão presentes neste álbum as músicas Machine Gun, The Bump, The Zoo (The Human Zoo) e Superman.

Caught In The Act e Movin' On são lançados em 1975 e continuam com a forte pegada Funk. Destaque para a música Sweet Love* ficando na quinta posição da Billboard Hot 100 do ano de 1976, sendo a primeira música do grupo a figurar entre as 10 mais nos EUA. Neste ano são lançadas Slippery When Wet, Better Never Than Forever, Look What You've Done To MeI'm Ready, Hold On e Time.

Em 1976 é lançado o quarto álbum, chamado Hot On The Tracks, encerrando o período com forte influência do Funk quase que em 100% das músicas dos quatro primeiros álbuns. Aqui aparecem as músicas Let's Get Started, Just To Be Close To You e Fancy Dancer.

Em 1977 o grupo lança os álbuns Commodores, o quinto de estúdio, e Commodores Live!, o primeiro ao vivo. O quinto álbum, mais eclético, faz do Commodores uma referência Pop, e principalmente, R&B nos EUA e onde começa a ter visibilidade mundial. Aqui está presente a música mais famosa da banda Easy*, e também Zoom, Too Hot Ta Trot* e Brick House*.

Sob o nome de Natural High é lançado em 1978 o sexto álbum do grupo contendo a primeira música a ser 'number one' da parada de sucessos dos EUA, a balada Three Times A Lady*.

Em 1979 é lançado o sétimo álbum da banda, chamado Midnight Magic, e o primeiro álbum de compilação chamado Greatest Hits. O sétimo álbum traz a segunda música 'number one' do Commodores chamada Still*. O álbum conta também com Gettin' It, Midnight Magic, Wonderland e Sail On*.

Em 1980 é lançado o oitavo álbum da banda sob o título Heroes e conta com as faixas Got To Be Together, Wake Up Children e Jesus Is Love. Neste ano começa o afastamento de Lionel Richie do Commodores. Lionel produz e escreve canções para o disco de Kenny Rogers de 1981.

O ano de 1981 é marcante para o Commodores, pois é lançado seu nono álbum de estúdio, intitulado In the Pocket, e o último com Lionel Richie como integrante, vocalista e líder do sexteto de Alabama. O álbum conta com as músicas Lady (You Bring Me Up)*, Keep On Taking Me Higher*, Oh No*, This Love, Been Loving You e Lucy. Neste ano Lionel Richie grava, ao lado de Diana Ross, uma das músicas românticas mais conhecidas mundialmente, sendo eleita pela Billboard como o maior dueto de todos tempos, sendo o single mais vendido de toda a carreira de Diana Ross, incluindo a fase com o The Supremes, foi ainda indicada ao Oscar na categoria 'Melhor Canção Original' e ganhou o American Music Award na categoria 'Pop/Rock', claro que estamos falando de Endless Love*.

Em 1982 Lionel Richie deixa o Commodores e segue em carreira solo. Depois da saída de Lionel Richie da banda, o Commodores gravou mais 8 álbuns, ganhou um Grammy em 1985 pelo álbum Nightshift e continua até hoje.

Ainda em 1982 a carreira solo de Lionel Richie começa com o lançamento do  do seu primeiro solo auto-intitulado Lionel Richie, e já começa com o pé direto, colocando-o em primeiro lugar da Billboard Hot 100 a música Truly*, em quarto ficou You Are e em quinto My Love. O álbum vendeu mais de 4 milhões de cópias e também tinha Round And Round e Just Put Some Love In Your Heart. Ainda neste ano Lionel Richie fatura seu primeiro Grammy na categoria 'Melhor Cantor Pop'.

Em 1983 é lançado o segundo álbum de Lionel Richie, chamado Can't Slow Down, que vendeu mais de 20 milhões de cópias em todo mundo (uma delas estava em casa, o vinil que me apresentou Lionel Richie) ficando três semanas em primeiro lugar da Billboard Album Chart e figurando 59 semanas no 'top ten' durante todo o ano de 1984. O álbum ainda conseguiu mais uma façanha, todos os cinco singles lançados figuraram no Billboard Hot 100Hello* e All Night Long (All Night)*, essa tema das Olimpíadas de 1984 nos EUA, chegaram a primeira posição, Stuck On You* chegou em terceiro, Running With The Night ficou em sétimo e Penny Lover* em oitavo. Além dessas faixas o álbum conta com Can't Slow Down e Love Will Find A Way.

Em 1985 não é lançado nenhuma álbum de carreira, porém, é um ano importante, pois ganha seu primeiro Oscar pela música Say You, Say Me, tema do filme 'O Sol Da Meia-Noite (White Nights, Taylor Hackford, 1985)'. Neste ano, outro fato marcante de sua carreira, ao lado de Michael Jackson reuniu os 45 maiores cantores dos EUA e gravaram a música We Are The World*, com o intuito de arrecadar fundos para ajudar vítimas da fome e de doença na África. Ao todo entre doações, vendas do disco e do single, eventos beneficentes, propagandas, etc. foram mais de US$ 150 milhões arrecadados. O single liderou as paradas de sucesso durante todo o ano em mais de 10 países, vendeu mais de 7 milhões de cópias só nos EUA e o álbum outras 3 milhões de cópias. Ainda neste ano, Lionel Richie é laureado, ao lado de Michael Jackson, com seu quarto Grammy na categoria 'Música Do Ano' por We Are The World.

Em 1986 é lançado seu terceiro álbum sob o nome Dancing On The Ceiling e consegue colocar 5 singles no 'top ten' de mais tocadas: Dancing On The Ceiling* e Say You, Say Me* chegam em primeiro lugar, Love Will Conquer All em nono e Ballerina Girl em sétimo. O álbum também conta com Se La, Don't Stop, Deep River Woman e Tonight Will Be Alright e encerra o período de maior sucesso da carreira de Lionel Richie. Em 1990 o pai de Lionel Richie morre e ele volta a gravar e fazer shows

Lionel Richie só voltaria a lançar um álbum, o primeiro de compilações e o quarto da carreira, em 1992 com o título Back To Front. Além dos singles que alcançaram o primeiro lugar nas paradas de sucesso, o disco conta com três músicas inéditas: Do It To Me*, My Destiny* e Love, Oh Love*.

O quinto álbum é lançado em 1996 e é intitulado de Louder Than Words e conta com as músicas Piece Of Love, Still In Love, Can't Get Over You, Change, Nothing Else Matters, Don't Wanna Lose You e Now You're Gone.

Em 1997 é a vez de ser lançada a segunda compilação e o sexto álbum de carreira com o nome de Truly: The Love Songs, que traz apenas canções já lançadas em discos anteriores, e inclusive, músicas gravadas quando ele ainda era líder do Commodores.

Em 1998 é lançado seu sétimo álbum chamado Time e o disco que, ate o momento, era o que menos havia vendido. O álbum traz as faixas I Hear Your Voice, Everytime, Time, Stay, The Closest Thing To Heaven e Lady.

O oitavo álbum chamado Renaissance foi lançado em 2000 e conta com as faixas Angel*, Cinderella, Tender Heart*, Dance The Night Away, How Long, Piece Of My Heart e Don't Stop The Music. E no lançamento do single Cinderella, também é apresentado Just Can't Say Goodbye*.

Em 2002 é lançado o primeiro álbum ao vivo e o nono álbum de carreira chamado Encore, que traz, além das versões já lançadas anteriormente, duas novas músicas Goodbye* e To Love A Woman um dueto com Enrique Iglesias.

Em 2003 é a vez de mais uma compilação e o décimo álbum de carreira, chamado The Definitive Collection, que traz grandes sucessos e versões de músicas raras e não lançadas anteriormente, mas nenhuma música inédita.

Lionel Richie volta a lançar um álbum de inéditas em 2004, o seu décimo primeiro sob o título Just For You com as faixas Just For You*, Time Of Our Life* dueto com Lenny Kravitz, I Still Believe, Heaven, Ball And Chain, Outrageous e Do Ya.

Em 2006 é lançado o décimo segundo álbum, Coming Home, o mais bem sucedido desde 1986 e traz as faixas I Call It Love*, Why, What You Are, I'm Coming Home, All Around The World, Out Of My Head e Reason To Believe. Também é lançado neste ano, mais três álbuns de compilações: Gold, Soul Legends e Sounds Of The Season, totalizando 15 álbuns lançados.

Em 2007 é lançado o décimo sexto álbum de carreira e mais um ao vivo, chamado Live In Paris, e em 2008 é lançado outro álbum ao vivo chamado Symphonica In Rosso, ambos, apenas com versões ao vivo de músicas já gravadas antes.

Em 2009 Lionel Richie lança seu mais recente álbum, o décimo oitavo da carreira e apenas com músicas inéditas, o Just Go, que conta com as faixas Good Morning, Just Go dueto com Akon, I'm In Love dueto com Ne-Yo, Face In The Crowd* dueto com Trijntje Oosterhuis, Forever And Ever, I'm Not Okay e Eternity.

Como foi visto, Lionel Richie merece o reconhecimento que tem e é incontestável que faça parte da história da música mundial, e vamos aguardar uma possível volta do Commodores, como anunciou em 2009 o próprio Lionel Richie.

Segue abaixo a lista, selecionada por mim, das 30 melhores músicas do Lionel Richie em ordem de importância e uma playlist com as mesmas músicas, para se deliciar ao som romântico ou dançante de Lionel Richie:


1ª) We Are The World (com USA For Africa)
1985 (Michael Jackson e Lionel Richie)

2ª) Easy (com Commodores)
1977 (Lionel Richie)

3ª) Goodbye
2002 (Lionel Richie)

4ª) Say You, Say Me
1986 (Lionel Richie)

5ª) Penny Lover
1983 (Brenda Harvey Ritchie e Lionel Richie)

6ª) Hello
1983 (Lionel Richie)

7ª) Face In The Crowd (com Trijntje Oosterhuis)
2009 (J. Ewbank)

8ª) Just Can't Say Goodbye
2001 (Lionel Richie, Mark Taylor e Paul Barry)

9ª) Tender Heart
2001 (Paul Barry, Billy Lawrie e Lionel Richie)

10ª) Stuck On You
1983 (Lionel Richie)

11ª) My Destiny
1992 (Lionel Richie)

12ª) Endless Love (com Diana Ross)
1981 (Lionel Richie)

13ª) Do It To Me
1992 (Lionel Richie)

14ª) Truly
1982 (David Cochrane e Lionel Richie)

15ª) All Night Long (All Night)
1983 (Lionel Richie)

16ª) I Call It Love
2006 (Mikkel Storleer Eriksen, Tor Erik Hermansen e Taj Jackson)

17ª) Dancing On The Ceiling (com Alabama)
1986 (Michael Frenchik, Lionel Richie e Carlos Rios)

18ª) Just For You
2004 (Paul Barry, Lionel Richie e Mark Taylor)

19ª) Angel
2000 (Paul Barry, Lionel Richie e Mark Taylor)

20ª) Lady (You Bring Me Up) (com Commodores)
1981 (Harold Hudson, Shirley King e William King)

21ª) Oh No (com Commodores)
1981 (Lionel Richie)

22ª) Time Of Our Life (com Lenny Kravitz)
2004 (Lenny Kravitz e Lionel Richie)

23ª) Three Times A Lady (com Commodores)
1978 (Lionel Richie)

24ª) Still (com Commodores)
1979 (Lionel Richie)

25ª) Sail On (com Commodores)
1979 (Lionel Richie)

26ª) Love, Oh Love
1992 (Lionel Richie)

27ª) Sweet Love (com Commodores)
1975 (Lionel Richie)

28ª) Keep On Taking Me Higher (com Commodores)
1981 (Harold Hudson e Thomas McClary)

29ª) Brick House (com Commodores)
1977 (William King, Ronald LaPread, Thomas McClary, Walter Orange, Lionel Richie e Milan Williams)

30ª) Too Hot Ta Trot (com Commodores)
1977 (William King, Ronald LaPread, Thomas McClary, Walter Orange, Lionel Richie e Milan Williams)



Para entender a dinâmica do 'O Teatro Da Vida' visite a página sobre o blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...