16 outubro 2011

O Convite Da Morte Para Dan Wheldon

Por Jonathan Pereira

Infelizmente na última corrida da temporada de 2011 da Fórmula Indy (Las Vegas Motor Speedway, Las Vegas, Nevada, EUA), realizada hoje, 16 de outubro de 2011, onde deveria ser o ápice do campeonato e o momento mais feliz do ano, afinal estava em jogo a decisão do título da categoria, acabou sendo marcado pela morte de Dan Wheldon, em um dos maiores e mais graves acidentes da história da categoria, que pela ironia do destino, não participava do campeonato, onde foi convidado a participar desta última prova e mesmo tendo tempo para largar mais a frente, pela regra da prova, largou da última posição, e se vencesse a corrida levaria um prêmio de US$ 5 milhões.



Daniel Clive 'Dan' Wheldon, apesar de ser britânico, nascido na cidade de Emberton em 22 de junho de 1978, fez toda sua carreira automobilística nos EUA, onde disputou em 4 categorias, venceu 2 vezes o mais tradicional grande prêmio nos EUA, a corrida de Indianópolis e foi campeão da Fórmula Indy em 13 anos de carreira. Recusou uma proposta para correr, em 2007, na Fórmula 1, pois não tinha certeza que seria o piloto oficial da equipe. Abaixo, detalhes da carreira:


CAMPEONATOS
1999: U.S. F2000 Championship Series
2001Indy Lights
2002-2011IZOD IndyCar Series


NÚMEROS NA INDY
CAMPEÃO: 1 (2005)
VENCEDOR DA INDY 500: 2 (2005, 2011)
CORRIDAS: 133
VENCEDOR: 16
POLES: 5


Quando um piloto morre fazendo seu trabalho, é como se o esporte entrasse em um momento de recesso, onde a disputa, a emoção, o embate, as voltas, as ultrapassagens vão para o boxes e abandonam a corrida e o campeonato da vida é suspenso por tempo indeterminado, e aquele tempo de inatividade cede espaço à tristeza e o aperto no coração, que não tem data para terminar ou para se aplacar. Abaixo, 2 vídeos que representam a sua maior alegria, quando venceu pela segunda vez a corrida da Indianapolis 500, e sua maior tristeza, o acidente fatal na prova de Las Vegas. O carro de Dan Wheldon vem na parte de baixo da pista, sobre a faixa inferior, no segundo momento do acidente, atinge um carro branco e decola ao nível mais alto entre todos os carros, depois de rodopiar no ar várias vezes e em várias direções acaba batendo com a parte de cima do carro, com a cabeça, na grade de proteção e logo pega fogo:





Fonte: wikipedia, IndyCar e Terra.

Para entender a dinâmica do 'O Teatro Da Vida' visite a página sobre o blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...