08 novembro 2012

Matizes E Texturas: Natureza-Morta Com Flores E Frutas (Henri Fantin-Latour)

Por Jonathan Pereira


Henri Fantin-Latour (1836-1904), Realismo
Natureza-Morta Com Flores E Frutas (1866), óleo sobre tela
0,73 x 0,47 cm, The Metropolitan Museum Of Art, Nova Iorque


PINTURA: Natureza-Morta Com Flores E Frutas (Still Life With Flowers And Fruit)
PINTOR: Henri Fantin-Latour
PERÍODO: Realismo
TÉCNICA: Óleo
SUPORTE: Tela
DIMENSÕES (LxA): 0,47 x 0,73 cm
CONCEPÇÃO: 1866
LOCAL DE EXPOSIÇÃO: The Metropolitan Museum Of Art, Nova Iorque, EUA





PINTOR
Com 14 anos de idade Ignace Henri Jean Théodore Fantin-Latour entrou para a École de Dessin, onde estudou com Lecoq de Boisbaudran. Depois de estudar na École des Beaux-Arts, em Paris a partir de 1854, dedicou muito tempo para copiar as obras dos mestres antigos no Museu do Louvre. Apesar de Fantin-Latour fazer amizade com vários dos jovens artistas que mais tarde iria ser associados com o impressionismo, incluindo Whistler e Manet, Fantin permaneceu conservador com seu trabalho em grande estilo. Whistler apresentou Fantin na Inglaterra, onde fizera sucesso e ficara mais conhecido que em seu país natal. Além de suas pinturas realistas, Fantin-Latour criou imagens litográficas inspiradas na música de alguns dos grandes compositores clássicos. Em 1875, Henri Fantin-Latour se casou com a pintora Victoria Dubourg. Sua morte aconteceu na casa de campo da família de sua esposa, em Orne, no dia 25 de outubro de 1904 causada pela doença de Lyme. Para Henri Fantin-Latour, as naturezas-mortas eram quase uma maldição. Era constantemente assediado por colecionados que, apesar de seu imenso talento artístico, não queriam encomendar nenhum outro tipo de pintura. Como consequência, Fantin-Latour é conhecido quase exclusivamente por suas naturezas-mortas deliciadas, pintadas com maestria, embora os extraordinário retratos individuais e de grupo também devessem ter resistido à passagem do tempo. Muitos dos melhores exemplos das pinturas florais e naturezas-mortas de Fantin-Latour podem ser encontradas em museus e galerias ingleses. Quando observados de perto, revelam detalhes e objetos que proporcionam uma impressão realista absoluta, combinando desenho com pinceladas complexas e belas harmonias de cor. Deste modo, as naturezas-mortas, como os retratos, possuem veracidade e grande profundidade pictórica.





PERÍODO
A pintura do Realismo começou por manifestar-se no tratamento da paisagem, que se despiu da exaltação e personificação românticas para se ater, simplesmente, na reprodução desapaixonada e neutra, do que se oferece à vista do pintor. Passou, depois, aos temas do cotidiano, que tratou de forma simples e crua. Os quadros realistas causaram o maior escândalo e acusaram seus defensores de agradar à arte, quer pelos temas banais, por vezes ofensivos, quer pelas cores excessivamente mortas, de bom gosto, quer pela falta de elaboração e conceptualização das composições. No entanto, para os seus defensores, a representação da realidade em sensível era a última palavra em audácia artística. O Realismo abrange o respeito à exatidão do desenho e ao perfeito acabamento do quadro. Os pintores realistas executam, no exterior, breves esboços e apontamentos que trabalham, depois, de forma cuidada. Os seus quadros resultam num instantâneo da realidade, com uma fotografia nítida, concreta e sólida.





TÉCNICA
A pintura a óleo é uma técnica artística, que se utiliza de tintas a óleo, aplicadas com pincéis, espátulas, ou outros meios, sobre telas de tecido, superfícies de madeira ou outros materiais. A popularidade da pintura a óleo atribui-se à extraordinária versatilidade que oferece ao artista conferindo magníficos resultados nas técnicas tradicionais (como a mistura cromática e o brilho) e excelente e consistente qualidade. Uma larga variedade de médios está, entre muitos fatores, avaliada a alterar certas caraterísticas das tintas de óleo como a consistência, a textura, o lustro/brilho e uma taxa de secura/fixação.







Para entender a dinâmica do 'O Teatro Da Vida' visite a página sobre o blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...