23 julho 2012

1001 Filmes: Aconteceu Naquela Noite (It Happened One Night)

DIREÇÃO: Frank Capra;
ANO: 1934;
GÊNEROS: Aventura, Comédia e Romance;
NACIONALIDADE: EUA;
IDIOMA: inglês;
BASEADO EM: conto de Samuel Hopkins Adams chamado 'Night Bus';
PRINCIPAIS ATORES: Clark Gable (Peter Warne); Claudette Colbert (Ellie); Walter Connolly (Andrews); Roscoe Karns (Shapeley); Jameson Thomas (Westley); Alan Hale (Danker); Arthur Hoyt (Zeke); Blanche Friderici (Esposa de Zeke) e Charles C. Wilson (Gordon).




SINOPSE: "Peter Warren (Clark Gable), um jornalista desempregado, encontra Ellie (Claudette Colbert), a filha de um milionário que fugiu do iate de Alexander Andrews (Walter Connolly), seu pai, pois este não aprova quem ela escolheu como marido. Peter vê a oportunidade de obter uma boa matéria, mas vários fatos criam uma forte aproximação entre eles." (Adoro Cinema)


"Um filme com mais de 70 anos requer uma análise difusa, não apenas analisando a obra em si, mas, tão importante quanto, é analisar a época em que foi filmado. Com isso, o filme nos apresenta a ideia do politicamente incorreto, mostrando uma moça, na estrada ao lado de um desconhecido, pedindo um palito de dente para tirar uma 'farpa' que entrou entre seus dentes e, não tendo o palito, o homem saca seu canivete e solta a 'farpa', ele então pega a 'farpa' e joga fora. Algo banal nos dias de hoje, mas em 1934, com certeza não. Vale ressaltar que os mocinhos retratados nessa época eram verdadeiros super-heróis a altura dos que temos hoje, exceto, pela falta de poderes sobre-humanos. Foi a primeira vez, nessa empreitada, que pudemos ver a atuação de Clark Gable, a sétima personalidade masculina mais influente do cinema. Muito me lembrou outro filme que já assistimos aqui 'À Beira Do Abismo (The Big Sleep, Howard Hawks, 1946)', pelos sacarmos, pelo mocinho pobre tentando salvar a filha de um magnata da cidade e tendo que se desdobrar para sair dos apuros que ele e ela se metem, enfim, muito parecidos. É um belo exemplo de um filme que satiriza sua época, cultura e paradigma."

(1: Ruim; 2: Regular; 3: Bom; 4: Ótimo; 5: Excelente)
Jonathan Pereira





"Frank Capra foi um reconhecido diretor de cinema com uma longa vida e uma grande quantidade de filmes, entre eles diversos documentários notáveis, sendo reconhecido em vida ganhado diversos prêmios Oscar entre outros. Neste filme ele foi super bem sucedido profissionalmente, mas o que poucos sabem é que teve grande dificuldade de montar o elenco para ele: antes de Claudette Colbert aceitar ser a atriz principal outras recusaram, e esta só aceitou por um salário dobrado; assim como antes de Clark Gable aceitar o seu papel outros haviam recusado, sendo que este foi colocado no filme por obrigação da empresa com quem tinha contrato; e além disso, algumas pessoas advertiam o diretor de que o roteiro era um tanto pobre. Colbert nem gostou do filme quando o assistiu, mas no fim tudo deu bem certo: Oscar de melhor diretor, ator, atriz, roteiro... diversos prêmios. Assim, Gable, o galã, e Colbert, a mocinha, fazem personagens de uma comédia romântica muito bonitinha. Duas pessoas perdidas (ela fugindo do pai para se casar em NY, ele em busca de uma nova matéria jornalística e sem dinheiro) que encontram uma a outra e tentam derrubar o grande muro existente entre elas. Duas pessoas em busca de algo que acabam descobrindo estar um no outro. Entende-se o sucesso do filme também pelo casal ter protagonizado cenas bem atípicas para a época: ele despindo a camisa em alguns momentos e ela pedindo carona mostrando as pernas. Ele, inclusive, acabou por influenciar a moda com seu personagem. Além do casal, merece destaque o pai da noiva, encenado por Walter Connolly, em uma cena memorável em que ela fala ao pai sobre o rapaz desconhecido: '...ele disse que sou mimada, egoísta, exibida e nada sincera. E não pensa muito melhor de você. Ele o culpa por tudo pelo que eu sou. Disse que você me criou mal.' No que ele responde: 'Acho que você se apaixonou por um homem perfeito.' Cenas perfeitas com atuações de pares bem conectados que justificam o sucesso e a colocação de It Happened One Night entre os 1001 filmes."

(1: Ruim; 2: Regular; 3: Bom; 4: Ótimo; 5: Excelente)
Kleber Godoy





Para entender o que são os '1001 Filmes', acesse a página explicativa.

Para entender a dinâmica do 'O Teatro Da Vida' visite a página sobre o blog.






















Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...