06 setembro 2011

Matizes E Texturas: O Rapto De Prosérpina (Niccolò Dell'Abbate)

Por Jonathan Pereira


Niccolò Dell'Abbate (1510-71), Maneirismo
O Rapto De Prosérpina (1552-70), óleo sobre tela
196 x 216 cm, Museu Do Louvre, Paris



PINTURA: O Rapto De Prosérpina (The Rape Of Proserpine)
PINTOR: Niccolò Dell'Abbate
PERÍODO: Renascimento e Barroco
FASE: Maneirismo
ESCOLA: Fontainebleau
TÉCNICA: Pintura a óleo
SUPORTE: Tela
DIMENSÕES (LxA): 196 x 216 cm
CONCEPÇÃO: entre 1552 e 1570
LOCAL DE EXPOSIÇÃO: Museu Do Louvre, Paris, França



PINTURA
O mito romano do rapto de Proserpina por Plutão é uma lenda que também aparece na cultura grega, onde Plutão se chama Hades e Proserpina é Perséfone, que encantou o obscuro deus com sua beleza, filha da deusa das colheitas Deméter. Ela é então raptada e levada para as profundezas da Terra, deixando sua mãe enfurecida. O rapto fez com que Deméter castigasse o mundo, arrasando com as plantações, entregando o mundo ao caos e à fome.


PINTOR
Niccolò dell'Abbate, também conhecido como Messer Niccolò ou Nicolino nasceu em Módena entre os anos de 1509 e 1512 e morreu na cidade de Fontainebleau em 1571 foi um pintor italiano e junto com Francesco Primaticcio fundou a chamada Escola de Fontainebleau. Abbate foi aluno de seu pai Giovanni dell'Abbate na escola de Júlio Romain, tendo se aperfeiçoado sob a direção do escultor António Begarelli. Chamado por Primaticcio para o Château de Fontainebleau, executou pinturas mitológicas, como a Vida de Ulisses, que já não existem.


FASE
Maneirismo foi um estilo e um movimento artístico que se desenvolveu na Europa aproximadamente entre 1515 e 1600 como uma revisão dos valores clássicos e naturalistas prestigiados pelo Humanismo renascentista e cristalizados na Alta Renascença. O Maneirismo é mais estudado em suas manifestações na pintura, escultura e arquitetura da Itália, onde se originou, mas teve impacto também sobre as outras artes e influenciou a cultura de praticamente todas as nações européias, deixando traços até nas suas colônias da América e no Oriente. Tem um perfil de difícil definição, mas em linhas gerais caracterizou-se pela deliberada sofisticação intelectualista, pela valorização da originalidade e das interpretações individuais, pelo dinamismo e complexidade de suas formas, e pelo artificialismo no tratamento dos seus temas, a fim de se conseguir maior emoção, elegância, poder ou tensão. O Maneirismo aceita diferentes pontos de vista coexistindo em um mesmo quadro e com a ausência de uma hierarquia lógica nas proporções relativas das figuras entre si, onde muitas vezes a cena principal é posta à distância e elementos secundários são privilegiados no primeiro plano. Assim as relações naturalistas são abolidas e o resultado é uma atmosfera de sonho e irrealidade, onde os relacionamentos formais e temáticos são arbitrários. O estilo se manifesta com figuras com proporções alongadas e em posições dinâmicas, contorcidas ou em escorço, em grupos cheios de movimento e tensão, muitas vezes de paralelo impossível com a realidade, e daí seu caráter ser considerado artificialista e intelectualista. Nota-se forte tendência ao horror vacui, uma aversão ao vazio, cercando a cena principal com uma profusão de elementos decorativos que adquirem grande importância por si mesmos.


TÉCNICA
A pintura a óleo é uma técnica artística, que se utiliza de tintas a óleo, aplicadas com pincéis, espátulas, ou outros meios, sobre telas de tecido, superfícies de madeira ou outros materiais. A popularidade da pintura a óleo atribui-se à extraordinária versatilidade que oferece ao artista conferindo magníficos resultados nas técnicas tradicionais (como a mistura cromática e o brilho) e excelente e consistente qualidade. Uma larga variedade de médios está, entre muitos fatores, avaliada a alterar certas caraterísticas das tintas de óleo como a consistência, a textura, o lustro/brilho e uma taxa de secura/fixação.


FONTE: wikipedia.


Para entender a dinâmica do 'O Teatro Da Vida' visite a página sobre o blog.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...